A conformidade com a norma BS5609

A conformidade com a norma BS5609

Conheça sobre A conformidade com a norma BS5609

BS5609 é o padrão de identificação desenvolvido na Inglaterra, mas, hoje adotado mundialmente, para estabelecer um padrão de qualidade para etiquetas adesivas impressas usadas para identificação de produtos químicos no transporte de cargas marítima. Também conhecido como Padrão de Teste de Etiquetas de Imersão Marítima, BS5609, pois as etiquetas e os dados nela impressos devem resistir a severa exposição a intempéries e agentes químicos quando utilizadas para identificar recipientes de produtos químicos perigosos enviados por mar. O objetivo do BS5609 é garantir que os rótulos permaneçam legíveis, mesmo após meses submersos ou flutuando no mar na hipótese de um acidente. Com a rotulagem adequada, o potencial de efeitos negativos para o meio ambiente e para a saúde, resultantes de recipientes químicos perdidos no mar, é reduzido.

Por que a conformidade com BS5609 é importante?

Tambores, e outros tipos de contenedores, são usados para transportar produtos e materiais perigosos, como solventes, tintas, derivados de petróleo, produtos químicos e até resíduos perigosos. Cada um desses recipientes deve trazer uma etiqueta GHS que forneça informações sobre o seu conteúdo e os perigos a ele associados. Quando transportados por mar, o rótulo do GHS em conformidade com a BS 5609 deve ser capaz de sobreviver à exposição direta ao Sol, Luz, UV, a de água salgada, entre outros agentes, por longos períodos de tempo, pois, na hipótese de um acidente como a queda do contêiner do navio durante uma tempestade, ou como resultado de um acidente, as etiquetas GHS também devem resistir à imersão em água salgada, alta pressão, baixas temperaturas, abrasão resultante do contato com areia e rochas etc. por até três meses.

A conformidade com BS5609 significa que uma etiqueta e seu processo de impressão GHS foi testada e comprovadamente é capaz de sobreviver em água salgada por até três meses.

Regulamentos como o Merchant Shipping Act no Reino Unido e os regulamentos de envio de mercadorias perigosas marítimas internacionais (IMDG) exigem que os contêineres e outras embalagens de materiais perigosos sejam marcados com etiquetas duráveis. O termo “durável” é interpretado como BS5609. Além disso, às vezes a conformidade com BS5609 é especificada quando são necessárias etiquetas GHS extra duráveis, mesmo que a remessa não seja feita por mar. Como a conformidade com BS5609 garante durabilidade geral a longo prazo em alta umidade, luz solar intensa e condições climáticas extremas, é o padrão mais frequentemente referenciado quando é necessária durabilidade extra.

Conformidade com BS5609 e GHS

O Sistema Globalmente Harmonizado de Classificação (GHS) fornece critérios padronizados para classificar os perigos para a saúde, físicos e ambientais associados a uma substância. Também possui requisitos específicos para rótulos que devem estar em todos os embarques de materiais perigosos ou perigosos, incluindo aqueles enviados por via marítima. As informações que devem constar nas etiquetas do GHS incluem:

  • Pictogramas de Perigo GHS
  • Palavras-sinal – Perigo ou Aviso.
  • Declarações de perigo
  • Declarações de precaução
  • Identificador de produto
  • Identificação do fornecedor e informações de contato

A etiqueta GHS fornece informações suficientes para que qualquer pessoa que encontre uma embalagem de produto químico possa identificar se o conteúdo é perigoso e, sendo o caso, possa entrar em contato com a organização apropriada para obter informá-la do ocorrido e solicitar mais informações sobre como proceder para segurança de todos.

Se os rótulos GHS em contêineres enviados por mar não pudessem sobreviver a uma estadia prolongada na água do mar, quando o contêiner fosse encontrado, o conteúdo do contêiner seria desconhecido. Isso pode resultar em danos às pessoas e ao meio ambiente.

O que o teste de conformidade BS5609 envolve?

O padrão BS5609 tem três partes.

  • Parte 1: Fornece uma introdução ao BS5609, definições e uma descrição dos requisitos e responsabilidades gerais.
  • Parte 2: Fornece os métodos e requisitos para testar o material base do rótulo.
  • Parte 3: Fornece os métodos de teste e os requisitos para testar a impressão na etiqueta. O requisito básico é que o rótulo sobreviva pelo menos três meses imerso em água do mar.

O teste da parte três deve ser feito usando a impressora e seu processo específico de impressão que serão usadas para fazer as etiquetas e deve ser feito usando um material base (substrato adesivo) que já tenha passado nos testes da parte dois. Ambos os testes devem ser aprovados com sucesso antes que uma etiqueta possa ser considerada compatível com BS5609.

BS5609 – Parte Dois Testes de Conformidade

O teste da segunda parte é feito usando material de rotulagem em branco. Este é o material adesivo utilizado para fazer etiquetas. Os testes envolvem testes de intemperismo artificial acelerado (sal e luz solar), testes de estabilidade dimensional e testes de adesão. Se o material passar em todos os testes, é compatível com BS5609 Parte Dois, mas ainda não pode ser usado para fazer etiquetas.

Quando as etiquetas são impressas, há uma interação entre o material base e a tinta usada para impressão. Algumas tintas funcionam melhor com alguns tipos de materiais básicos do que com outros. Algumas combinações de tinta e material base são mais duráveis do que outras sob certas condições ambientais. É por isso que uma vez que um material de base passa no teste BS5609 Parte Dois, ele passa para o teste da Parte Três.

BS5609 – Parte Três Testes de Conformidade

O requisito básico é que os rótulos possam sobreviver três meses em água salgada.

As etiquetas a serem testadas são feitas imprimindo em um material base que já passou no teste de conformidade da Parte Dois. Tanto o material de base da etiqueta quanto a impressão devem passar nos testes BS5609 envolvendo exposição à água salgada, luz solar e abrasão. Alguns desses testes são realizados colocando blocos de teste rotulados no oceano, perto da costa, por três meses.

Como as etiquetas GHS incluem um diamante vermelho como parte dos pictogramas, alguns materiais de base da etiqueta vêm com o diamante vermelho pré-impressão. Nesses casos, o teste BS5609 Parte Três deve ser feito no material de base da etiqueta que tenha os diamantes vermelhos pré-impressos. Todas as impressões na etiqueta devem ser submetidas aos testes da Parte Três.

Passar no teste BS5609 Parte Três significa que a impressora específica usada para imprimir a etiqueta, seu método de impressão e a tinta específica usada para impressão e o material adesivo específico, usados juntos, são compatíveis com BS5609. Se uma impressora ou processo diferente for usada, a etiqueta resultante pode não ser compatível.

Cuide de encontrar um fornecedor que consiga reunir estas três variáveis para evitar o risco de ter uma solução incompleta.

WhatsApp
chamar no WhatsApp
Comercial Grupo Serwir www.gruposerwir.com.br Online
Fale com a gente pelo WhatsApp
×